PSICOTERAPIA

O que não é psicoterapia

O que não pe Psicoterapia Dr. Ramon Castro Porto Alegre

Desabafar: ao contrário do que algumas pessoas pensam, a melhora não acontece porque a pessoa "desabafou" ou "jogou para fora" o que a incomodava. Evidentemente que poder falar sobre o que perturba traz alívio imediato. Porém, se o porquê e o para que do fator perturbador estar em ação não puderem ser abordados, o processo de desabafar teria que ser realizado indefinidamente, mesmo assim com resultados limitados. O trabalho do terapeuta é ajudar a compreender as circunstâncias internas e externas que mantêm aquilo que traz sofrimento, e para isso precisa de uma escuta atenta e por vezes ficar em silêncio. Porém, tal silêncio não é ocioso. Na mente do terapeuta um trabalho está sendo feito.

 

Aconselhamento: o terapeuta não conhece mais a respeito da vida do indivíduo que ele mesmo. Também não pode ajudar o outro de acordo com suas ideias e conceitos. Assim, ele dificilmente aconselha, embora isso possa acontecer em circunstâncias esporádicas. O processo psicoterapêutico tem a ver com maior conhecimento interno do indivíduo, e não ordens, conselhos ou juízos externos.

 

Confissão: um dos pontos básicos de uma terapia é o de não julgar. Isso não quer dizer que os fatos não são avaliados, mas sim que não há um juízo de valor moral a priori. Pelo contrário: muitas vezes a melhora ocorre justamente por ajudar o indivíduo a se aliviar de uma culpa por fatos que só ocorrem em fantasia.